O CONIMS
Onde Estou : Início > Quem Somos

Em agosto de 1994 os gestores municipais, para suprir a demanda de serviços ambulatoriais de média e alta complexidade em saúde pública, e que atendesse a população da região Sudoeste do Paraná, devido a longa distância com a capital e também pela falta de especialidades na região, criaram a Associação Intermunicipal de Saúde – ASSIMS.

A partir da LEI Nº 11.107, DE 6 DE ABRIL DE 2005, em outubro de 2012 se transforma de associação para consórcio público, agora denominado Consórcio Intermunicipal de Saúde – CONIMS.

O Consórcio Intermunicipal de Saúde  –  CONIMS, constituído sob a forma jurídica de direito público, administração indireta, formado por 21 municípios, sendo 13 do Paraná e 08 de Santa Catarina, tem como objetivo principal melhorar a qualidade da assistência da Atenção Especializada dos Municípios consorciados. 

Os consórcios de saúde possuem sua previsão legal garantida na Lei nº 8080/1990 - A Lei Orgânica da Saúde, que em seu artigo nº 18, inciso VII, dispôs sobre a possibilidade de os municípios constituírem consórcios para desenvolverem, em conjunto, as ações e os serviços de saúde sob suas responsabilidades.

A mesma lei nos apresenta o seguinte conteúdo em seu artigo

Art. 10. Os municípios poderão constituir consórcios para desenvolver em conjunto as ações e os serviços de saúde que lhes correspondam.

§ 1º Aplica-se aos consórcios administrativos intermunicipais o princípio da direção única, e os respectivos atos constitutivos disporão sobre sua observância.

§ 2º No nível municipal, o Sistema Único de Saúde (SUS), poderá organizar-se em distritos de forma a integrar e articular recursos, técnicas e práticas voltadas para a cobertura total das ações de saúde.

Sendo assim, atendendo sempre aos princípios do SUS, o CONIMS é uma forma de associação entre os municípios que possuem necessidades comuns entre si, e buscam assegurar ações e serviços de qualidade a sua população.

Para os municípios consorciados, o CONIMS representa a possibilidade de ofertar aos seus munícipes atendimentos de maior complexidade, a preços viáveis, não disponíveis na rede pública municipal. Bem como a aquisição de materiais, medicamentos e insumos com preços menores e maior agilidade, e também equipamentos através da licitação compartilhada. 

Essa iniciativa possui como área de abrangência 22 municípios da região sudoeste do Paraná (14) e oeste de Santa Catarina (8) acarretando em um total de população atendida de aproximadamente 231.955 habitantes.

 
 
 
 
 
 
 
Voltar
Confira as Últimas Notícias